Santos

Desde 2006 que se assumiu como “Design District”, uma designação criada por empresários locais que se juntaram para com esta marca caraterística da atividade em torno do Design que já ali se empreendia, revitalizar o bairro. O sucesso veio dar uma nova imagem, atrair ainda mais lojas, galerias, projetos de design, arquitetura e audiovisuais e potencializar a reabilitação urbana tanto de prédios como de armazéns abandonados nesta que já foi uma zona industrial ribeirinha. Outros exemplos dessa reabilitação são alguns espaços envolventes no bairro vizinho da Ajuda tais como antigos armazéns transformados em restaurantes junto a uma marina por baixo da Ponte 25 de Abril -as Docas de Santo Amaro- , e no complexo Lx Factory.

O bairro de Santos faz-se de um misto de palacetes, mais na colina para a Lapa, com edifícios recuperados, uns transformados em hotéis, outros em embaixadas, e ainda, por trás do largo de Santos, de ruelas do típico bairro da Madragoa.

Os atrativos para quem visita são ainda a oferta variada de restaurantes, desde típicos, a internacionais e de fusão, ruas cheias de bares, em vários locais do bairro e com vários ambientes, sendo Santos uma zona de animação noturna já fixa frequentados sobretudo por uma camada mais jovem.

Localizado frente ao rio e delineado pela avenida 24 de Julho tem os acessos fáceis, amplos e servidos pelo comboio que liga ao centro da cidade e a cascais, o elétrico, e vários autocarros.

Anúncios