Planbelas comercializa nova fase do Belas Clube de Campo

O Brasil é mercado de aposta no lançamento da nova fase do Belas Clube de Campo, um projecto cujo investimento na primeira etapa é de 100 milhões de euros, disse à Lusa o ‘chairman’ do grupo André Jordan.

“Há um mercado potencial muito interessante, há uma descoberta de Portugal por parte do Brasil”, afirmou André Jordan.

A nova fase do Belas Clube de Campo, que se denomina de Lisbon Green Valley, terá uma área de 300 hectares, com espaços verdes, apartamentos, ‘townhouses’ e moradias, no total de cerca de 1.400 unidades.

“A primeira etapa da nova fase tem 300 fogos, que incluem apartamentos, ‘townhouses’ e moradias individuais”, afirmou o presidente do Conselho de Administração (‘chairman’), adiantando que a construção será realizada “ao longo de três anos”.

“As primeiras unidades estão quase prontas” e esta primeira etapa terá um investimento de 100 milhões de euros. São 30 lotes onde o cliente pode escolher um dos projectos disponíveis ou construir a casa que imaginar. Há ainda moradias em banda e moradias geminadas com elevado grau de personalização. O empreendimento conta com a parceria de quatro ateliers de arquitectura — J. A. Lopes da Costa, Fragmentos de Arquitectura, Capinha Lopes e Joaquim Proença —que podem oferecer ao cliente soluções pré-estudadas ou adaptadas à sua criatividade.

“A nova fase, no seu global, representa um investimento de mil milhões de euros”, acrescentou.

André Jordan tem na mira o Brasil para esta primeira etapa do Lisbon Green Valley, que vai ter “um parque florestal na serra da Carregueira com 190 hectares”, disse, acrescentando que a ideia é “viver no campo dentro de Lisboa”.

Jordan sublinhou que os brasileiros estão à procura de “propriedades de qualidade” em Portugal, recordando que este país ocupa o segundo lugar no ‘ranking’ de atribuição de vistos ‘gold’ por nacionalidades.

“O Brasil não é o único mercado, mas tem manifestado interesse”, disse, explicando que a “classe média alta e alta” são o público-alvo para este tipo empreendimento.

Por exemplo, os chineses também têm manifestado interesse no Belas Clube de Campo.

Para mostrar e comercializar o projecto no Brasil, o grupo André Jordan tem já uma loja no centro comercial Fashion Mall no Rio de Janeiro e vai ter “uma coisa parecida em São Paulo”.

Durante o fim de Setembro e início de Outubro, o grupo vai apresentar o projecto no Brasil.

475 ha a 20 minutos de Lisboa

“Há procura concreta” de habitações em Portugal por parte do Brasil, salientou o gestor, referindo que o mercado português “oferece valores” que outras geografias não conseguem oferecer, como “tranquilidade, segurança” e “gastronomia”, entre outras.

André Jordan iniciou a sua actividade imobiliária no Rio de Janeiro na década de 50 e conta em Portugal com vários projetos emblemáticos, entre eles a Quinta do Lago e o Vilamoura XXI e o Belas Clube de Campo.

O Belas Clube de Campo, é um empreendimento residencial com 475 hectares, situado entre Belas e Vale de Lobos, no concelho de Sintra, a cerca de 20 minutos do centro de Lisboa, desenvolvido em torno daquele que é considerado um dos melhores campos de golfe do país.

Lusa/DI

Fonte: Diário Imobiliário

Anúncios