10 Historical Tile Panels on the Streets of Alfama

As you walk down the medieval lanes of Alfama(especially if you follow the suggested route), you’ll come across some intriguing tile panels on many of the façades. They date mostly from the 1700s, and many are now dilapidated or incomplete. Almost all are devotional panels, as it was believed that they protected buildings from fires and earthquakes.
Together they create an outdoor gallery of baroque tiles in Lisbon’s oldest neighborhood, but countless others are found throughout the city. Here are ten notable examples:

Durante um passeio pelas ruelas de Alfama(seguindo o roteiro sugerido), encontra-se vários painéis de azulejos em muitas das fachadas. A maioria é do século XVIII, muitos deles hoje danificados ou incompletos. São quase todos painéis devocionais, pois acreditava-se que protegiam os edifícios de incêncios e de terramotos.
No seu conjunto fazem do bairro mais antigo de Lisboa uma autêntica galeria de azulejos barrocos, mas inúmeros outros exemplos encontram-se por toda a cidade. Eis dez registos notáveis:

1 | Escadinhas de São Miguel

Azulejos, Lisboa

Azulejos, Lisboa

This tour should begin by St. Michael Church. On the side wall to the left of the entrance is a panel dating from the 1770s illustrating Our Lady of the Rosary with baby Jesus above St. Dominic and St. Catherine of Siena. It’s framed by yellow floral motifs typical of the rococo period, although the central image follows the classic baroque tradition. On the opposite wall of the church, to the right of the entrance, is another panel, but all in blue and white, typically baroque.

Este passeio deve começar junto à Igreja de São Miguel. Na fachada lateral encontra-se um painel da década de 1770, ilustrando Nossa Senhora do Rosário e o Menino por cima de São Domingos e de Santa Catarina de Siena. É emoldurado por motivos florais amarelos, típico do rococó, embora a imagem central siga o barroco tradicional. No lado oposto da igreja, à direita da entrada, está um outro painel, desta vez todo em azul e branco, igualmente em estilo barroco.

2 | Rua de São Miguel, 12

Azulejos, Lisboa

Azulejos, Lisboa

Walking back down the street you’ll find another example on number 12 of Rua de São Miguel. It dates from the second half of the 18th century, completely painted in blue and with a rococo frame. Once again it illustrates Our Lady of the Rosary with baby Jesus appearing to St. Dominic, who’s accompanied by a dog at his feet with a torch in his mouth (“the dogs of the Lord”). The panel was originally topped by a cross that no longer exists.

Voltando atrás na Rua de São Miguel, vê-se outro exemplo no número 12. É da segunda metade do século XVIII, todo pintado de azul e com uma moldura rococó. Mais uma vez apresenta Nossa Senhora do Rosário e o Menino aparecendo a São Domingos de Gusmão, que se vê acompanhado por um cão a seus pés com uma tocha na boca (“os cães do Senhor”). O painel era originalmente rematado por uma cruz que já não existe.

3 | Rua de São Miguel, 4

Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa

Almost right next to the previous example is another on number 4, also all in blue, dating from 1758. Also with a rococo frame, it represents Our Lady of Penha de França with the baby Jesus, flanked by St. Martial and St. Francis of Borja (patron saint against earthquakes). The Virgin is presented as a queen, while St. Martial is dressed as a bishop and makes the sign of the cross, and St. Francis of Borja holds a crucifix.

Quase ao lado do anterior, no número 4, encontra-se outro registo em azul, de 1758. Também com moldura rococó, guarda a figura de Nossa Senhora da Penha de França com o Menino, ladeada por São Marçal e por São Francisco de Borja (padroeiro contra os terramotos). A Virgem é apresentada como rainha, São Marçal está vestido de bispo e faz o sinal de bênção, e São Franciso de Borja segura um crucifixo.

4 | Beco das Cruzes, 2

Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa

Continuing past St. Michael Church and following the itinerary, you eventually reach Beco das Cruzes. On number 2 is a panel from the first half of the 18th century, all in blue and white showing Our Lady of the Immaculate Conception with a small St. Martial below. Our Lady of the Immaculate Conception had been made the patron saint of Portugal, and is shown here stepping on a serpent, symbol of the evil that plagued the world.

Passando novamente pela Igreja de São Miguel e seguindo o roteiro, eventualmente chega-se ao Beco das Cruzes. No número 2 encontra-se um painel da primeira metade do século XVIII, todo em azul e branco ilustrando Nossa Senhora da Conceição e um pequeno São Marçal por baixo. A santa tinha sido elevada a padroeira de Portugal, e é mostrada aqui a pisar a serpente, símbolo do mal que enferma a terra.

5 | Rua da Regueira, 12-14

Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa
On numbers 12-14 of Rua da Regueira is a panel that can easily go unnoticed. Also created in the 1700s, it was placed up high on the wall, showing Christ on the cross. Our Lady of the Immaculate Conception and Our Lady of Carmel stand next to him, all painted in blue but with a yellow rococo frame. Below them is a tiny image of St. Martial, typical of so many other panels from the post-1755 earthquake period, as it was believed that the saint protected against fires.
Nos números 12-14 da Rua da Regueira encontra-se um painel que passa despercebido. Igualmente do século XVIII, foi colocado bem alto na parede, mostrando Cristo Crucificado. A seu lado estão Nossa Senhora da Conceição e Nossa Senhora do Carmo, todos pintados a azul mas com uma moldura amarela de estilo rococó. Por baixo verifica-se uma pequena imagem de São Marçal, típico de tantos outros painéis do periodo pós-terramoto de 1755, pois o santo era o padroeiro oficial contra os incêndios.

6 | Largo de Santo Estêvão


Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa
Behind St. Stephen’s Church is a blue early-18th-century panel illustrating the Holy Communion. At the center is a monstrance with angels on its sides, and below them is an inscription in Latin. Tiles such as this one were used to spread the word of the Bible and to inspire redemption.
Quando se chega às traseiras da Igreja de Santo Estêvão encontra-se um painel azul do início do século XVIII ilustrando a Santíssima Eucaristia. Ao centro vê-se uma custódia ladeada por anjos e uma inscrição em latim por baixo. Este tipo de painel tinha funções catequéticas de apelo à redenção.

7 | Rua dos Remédios, 145


Azulejos, Lisboa
Down the hill, on number 145 of Rua dos Remédios, is a panel that actually features the date of its creation — 1749. It represents St. Martial doing the sign of the cross next to St. Anthony holding a Bible with baby Jesus standing on it. Above the saints is the dove of the Holy Spirit. St. Martial once again stands protecting the building from fire, although this is a very rare depiction of the saint before the 1755 earthquake.

Seguindo colina abaixo, vê-se no número 145 da Rua dos Remédios um painel datado de 1749. Representa São Marçal fazendo o gesto de bênção ao lado de Santo António segurando a Bíblia, sobre qual está de pé o Menino Jesus. Por cima dos santos encontra-se a pomba do Espírito Santo. São Marçal mais uma vez protege o edifício de incêndios, mas esta é uma representação muito rara do santo anterior ao terramoto de 1755.

8 | Escadinhas dos Remédios, 1


Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa
Across from the previous example is Escadinhas dos Remédios, an alley of steps that leads to a piece also painted in blue two years after the Great Earthquake. Seen above the date of 1757 is the Holy Family returning from the “Flight into Egypt.” It features rococo-style framing imitating woodcarving.
Mesmo em frente ao painel anterior ficam as Escadinhas dos Remédios, onde se encontra outro exemplo, pintado a azul dois anos depois do Grande Terramoto. Por cima da data de 1757 vê-se a Sagrada Família no regresso da Fuga para o Egito. A moldura de estilo rococó imita a talha.

9 | Largo do Chafariz de Dentro, 21


Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa
Closer to the waterfront, across from the Fado Museum, is Largo do Chafariz de Dentro, a small square with yet another blue-and-white baroque panel, now quite dilapidated. It illustrates several cherubs, but its origin and meaning are unknown.
Já mais perto do Tejo, no Largo do Chafariz de Dentro, onde se encontra o Museu do Fado, verifica-se mais um painel de estilo barroco em azul e branco, já um pouco dilapidado. Representa figuras infantis aladas, mas desconhece-se a sua origem e significado.

10 | Beco do Arco Escuro


Azulejos, Lisboa
Azulejos, Lisboa
And finally, once past Casa dos Bicos, Rua dos Bacalhoeiros leads to an archway called Beco do Arco Escuro. Behind it is a panel with representations of the three most common figures in the neighborhood — St. Martial, Our Lady of the Immaculate Conception and St. Anthony holding Jesus. They’re illustrated in a rococo frame below a window on the arch that was once one of the gateways of Moorish Lisbon.

E finalmente, passando a Casa dos Bicos, seguindo para a Rua dos Bacalhoeiros, chega-se ao Beco do Arco Escuro. Aqui encontra-se mais um painel com representações das três figuras mais populares do bairro — São Marçal, Nossa Senhora da Conceição e Santo António com o Menino. Estão no centro de uma moldura de estilo rococó, por baixo de uma janela do arco que chegou a ser uma das portas da Cerca Moura.

Fonte: Lisbon Lux

Anúncios