Do pombal contracetivo ao passeio lá da rua. Eis os vencedores do Orçamento Participativo de Lisboa

São 15 projetos que mereceram o consenso dos lisboetas e que a câmara se compromete agora a apoiar financeiramente. Conheça aqui todos os vencedores.

Não consta que já tenha havido sangue, mas suor e lágrimas houve de certeza. O suor foi gasto a convencer os vizinhos e restantes lisboetas a mexerem-se, a terem ideias, a debatê-las, a apresentar propostas e a votá-las. As lágrimas vieram esta segunda-feira, quando, sentados sob os tetos adornados do salão nobre dos paços do concelho, souberam que meses de trabalho tinham dado fruto. Já estão escolhidos os 15 projetos vencedores do Orçamento Participativo de Lisboa 2015/2016.

No fim da cerimónia, o presidente da Junta de Freguesia de Carnide era um homem feliz. “Somos a freguesia da participação!”, disse entusiasmado Fábio Sousa, quase como se tivesse ganhado um Óscar e não soubesse bem o que dizer. Para Carnide, foi noite gorda: a freguesia viu três projetos serem escolhidos pelos lisboetas e foi dos munícipes daquela zona da cidade que se viram as reações mais emocionadas. O projeto “Melhoria da mobilidade na Av. Cidade de Praga”, que arrecadou 4.221 votos, era um anseio antigo da comunidade. “Há anos, há anos” que os moradores daquela área lutavam por uma coisa tão simples como a criação de passeios na avenida, disse Fábio Sousa, que espera agora uma ajuda financeira entre os 150 mil e os 500 mil euros para a implementação da proposta.

 Os outros dois projetos que vão nascer em Carnide são “Uma Rua Para Todos”, que no fundo é a continuação da reabilitação do centro histórico da freguesia (projeto esse que também saiu de um orçamento participativo) e “Carnide Somos Nós”, que consiste na criação de um centro de artesanato. A junta, como vem sendo hábito, empenhou-se ativamente na promoção e discussão das ideias. “Trabalhámos muito e os resultados apareceram”, afirmou Fábio Sousa, revelando os segredos de uma vitória. “Muitos cafezinhos com a população…”, riu-se.
carnide.jpg
Centro histórico de Carnide

Dos 15 projetos agora aprovados, 13 vão receber até 150 mil euros e dois vão receber até 500 mil euros. Entre os vencedores, a variedade é nota dominante. O parque calisténico vai ser uma realidade (já lhe explicámosaqui o que é a calistenia), o pombal contracetivo também, assim como o parque para autocaravanas, os espaços verdes no Bairro da Liberdade e os refúgios para gatos. Um dos projetos cuja vitória foi mais celebrada foi o “Melhorar o espaço Fazeres do Beato”, que levou um grupo enorme de crianças a saltarem e berrarem como raramente a câmara tem visto. Até o presidente, Fernando Medina, se deixou contagiar pelo entusiasmo. “42 mil votos! É um número recorde”, disse já no fim, aos jornalistas, salientando o “grande caráter simbólico” do Orçamento Participativo. “Todos os projetos”, afirmou, “nascem da base, dos cidadãos”. E os cidadãos, novos ou velhos, mexeram-se. Agora anseiam por ver obra feita.

Esta é a lista completa dos projetos vencedores:

  • “Uma Rua para Todos” / Freguesia de Carnide
  • “A brincar também se aprende, Requalificação dos recreios” / Freguesia da Estrela
  • “Pela Mobilidade e Acessibilidade Pedonal em Campolide” / Freguesia de Campolide
  • “EU LX – Cidade em Movimento” / Freguesia de Alvalade
  • “Criação de Abrigos Refugio para gatos de rua” / Cidade
  • “Pombal Contracetivo” / Freguesia de Santa Maria Maior
  • “Carnide Somos Nós” / Freguesia de Carnide
  • “Caminhadas e Corridas para Todos” / Cidade
  • “Queimador de Velas, Igreja de Santo António” / Freguesia de Santa Maria Maior
  • “Roteiro do Património da Zona Oriental de Lisboa” / Freguesias do Beato, Marvila, Olivais, Parque das Nações, Penha de França, Santa Maria Maior, São Vicente
  • “Parque para Autocaravanas” / Freguesia a definir
  • “Melhorar o Espaço Fazeres do Beato” / Freguesias do Beato
  • “Parque Calisténico” / Freguesias do Parque das Nações, Marvila, Belém
  • “Melhoria da Mobilidade na Avenida Cidade de Praga” / Freguesias de Carnide
  • “Espaços Verdes do Parque da Liberdade” / Freguesia de Campolide

 

Fonte: Observador

Anúncios